Instagram

Ajude-nos

Você sabia que qualquer pessoa pode publicar neste site, mas que todo custo é pago apenas pelo editor?
Se deseja ajudar este projeto, pode fazer doações de qualquer valor, mesmo poucos centavos, por meio de depósito em poupança da Caixa Econômica Federal. Anote ai!

Banco: Caixa Economica Federal [104]
Favorecido: Silvio de Souza L Júnior.
Agência: 1340
Operação: 013
Conta Poupança: 809559-4

Rua 44 SEUADVOGADO 200x600

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A rigidez cadavérica é um evento natural do post mortem, ele surge entre 1 e 2 horas da morte, e começa a desaparecer entre 18 a 24 horas.

O irrigessimento acontece: A rigidez acaba na ordem:
1º Mandíbula
2º Nuca
3º tórax
4º abdômen
5º membros superiores
6º membros inferiores
|
|
|
1ª Membros inferiores
2º membros superiores
3º abdômen
4º tórax
5º Nuca
6º Mandíbula

A Cronotanatognose do rigor mortis (a seguir), em geral é a demonstrada a seguir, sempre lembrando que estes números podem variar muito de acordo ao ambiente, em especial a temperatura, e o corpo. Para se ter uma ideia imagine um homem que morrem com uma infecção em forte febre, e outro que morre de hipotermia.

1ª hora – Músculo cardíaco.
1 a 2 hs – Músculos respiratórios( diafragma e intercostais ).
2 a 3 hs – Musculatura da cabeça, da mastigação e periocular.
3 ½ a 4 ½ hs - Região cervical, tórax e membros anteriores.
6 a 9 hs – Resto.

Fonte da cronotanatognose:
http://www.members.tripod.com/amazonpitkennel/Alt_Cadavericas.htm

rigidez cadavericaCorpo de um homem morto há 11 horas
Quer detalhes quimicos e uso forense? clique aqui // ou leia mais sobre o tema [[Medicina legal em site:silviolobo.com.br]]