Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

   Após o reconhecimento da união estável homoafetiva pelo STF o casal gay Liorcino Mendes e Odílio Torres num cartório da cidade de Goiânia e fizeram deram entrada na papelada no dia 9 de maio.
   O juíz que Villas Boas, que de boas só tem o o sobre nome, agiu de ofício, o que significa que sem ser provocado. Assim, juiz Jeronymo Pedro Villas Boas,  juíz da 1.ª Vara de Fazenda Pública Municipal de Goiânia, anulou na sexta-feira o contrato de união estável celebrado pelo casal Liorcino Mendes e Odílio Torres num cartório.
   Que algum juíz não concordaria, todos sabiam, o interessante foi que o juíz chamou de inconstitucional a decisão do Supremo.

   Mas sabemos que cabe ao [[Supremo]] a interpretação da Constituição. A fala do juíz resguardando o que ele acredita, ficou um tanto confusa para todos.

   Em um ou outro caso específico, será fácil para o Supremo impor sua vontade, mas se a moda pega, e os juízes começarem a discutir as decisões do dito "orgão maior e zeloso guardião da Constituição", então o bicho irá pegar.

Por que nenhum juíz achou inconstitucional a decisão do STF que acabou com a lei da ficha limpa??
Leia mais sobre este assunto neste site! Use a pesquisa!


Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios