Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Tem Lei pra tudo neste pais! Olha esta reportagem curiosa que encontrei no Blogs do Estadão, link abaixo, também outros momentos históricos por curiosidade:

Pelo regulamento atual da liga das escolas de samba, integrantes de escola que se envolverem em confusões podem levar até à desfiliação da agremiação. Em seu artigo 23, as atuais regras prescrevem que “comportamento inadequado por parte de qualquer Dirigente ou Representante da Escola de Samba, devidamente identificado, na concentração, dispersão, durante o desfile ou na apuração, no sentido de pressionar, ameaçar ou agredir a integridade física ou moral de algum membro da organização, LIGA, comissões, jurados, componentes da própria ou de outra agremiação” será punido. “No caso de comprovação de tal comportamento, a Escola de Samba será sumariamente eliminada do concurso, com a consequente desfiliação”.
Sanção

Olha as histórias!!

A última confusão na apuração ocorreu em 2010, quando integrantes da Gaviões arremessaram cadeiras e mesas contra a comissão organizadora, após notas ruins serem anunciadas para o enredo dos 100 anos do Corinthians. A escola chegou, na sequência, a proibir a ida de foliões à apuração, mas não houve nenhuma sanção mais severa por parte dos organizadores.

No caso mais grave, em 2003, um tumulto provocado pelo bloco Independente – da maior torcida uniformizada do São Paulo – resultou na morte de carnavalesco Ruy Nogueira, da corintiana Pavilhão 9. A Independente foi expulsa do carnaval. Procurada, a SPTuris informou que caberá à Liga julgar o caso atual.

Fonte: http://blogs.estadao.com.br/jt-cidades/regulamento-preve-expulsao-de-escola/

Veja a notícia que expulsou a Independente:

Pela primeira vez em 30 anos de existência, a Uesp (União das Escolas de Samba Paulistanas) decidiu eliminar um bloco do Carnaval de São Paulo. A punição foi aplicada nesta segunda-feira contra o bloco Independente, que se envolveu em um confronto de torcidas organizadas neste final de semana, durante desfile no Sambódromo do Anhembi. Segundo a presidente da Uesp, Edleia dos Santos, o artigo 16 do regulamento de blocos prevê a eliminação do Carnaval e a desfiliação da entidade do grupo que tiver comportamento inadequado ou praticar agressão moral.

UESP é abreviação de União das Escolas de Samba Paulistanas.

Afastada a Independente volta prometendo deixar de ser um bloco e se tornar uma escola leia:

Depois de alguns anos afastados do carnaval paulista, a INDEPENDENTE está de volta ao carnaval.
Foi com muito empenho e esforço da atual diretoria que conseguimos voltar ao carnaval de São Paulo. Só que agora voltamos empenhados para um trabalho mais profissional.
Não iremos ser apenas um BLOCO, e sim uma ESCOLA DE SAMBA, A ESCOLA DE SAMBA TORCIDA INDEPENDENTE.

A lista atual das escolas paulistas pode ser encontrada no link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_das_escolas_de_samba_de_S%C3%A3o_Paulo cuja cuidado ignoro.


Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios