Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Nunca fui muito fã do Ubuntu, sempre fui contra estas intriguinhas de crianças que nunca permitiram ao Linux ser valorizado como um grande Sistema Operacional que é.

Mas venho hoje reconhecer a excelência que se faz o Ubuntu, após a versão 11.04. O Sistema vem muito leve, e não precisa de grandes configurações, o que possibilita ao usuário domestico que deseje ter eficiência e pouco trabalho, uma alternativa real e presente de um ótimo sistema.

Quando conheci o Ubuntu ele parecia muito com o falecido Kurunin, alguns scripts de auto-execução que mostravam ao usuário um monte de 'respostas operacionais' totalmente desnecessárias.

Quem deseja que seu Sistema Operacional seja usado pela massa, tem que bolar um jeito de seus scripts funcionarem, e ocultar completamente as respostas de depuração de processamentos.

Vou agora mesmo instalar a versão 11.10 no meu netbook, e não penso em fazer maiores mudanças durante um bom tempo. Para a instalação é altamente recomendado que esteja conectado na internet, para que os pacotes de idioma sejam baixados durante a instalação.

Já fiz o download no site, que mesmo tendo uma apresentação em inglês, não foi necessário nenhuma configuração, apenas cliquei "Download", e com minha internet de 10mb consegui uma taxa de download maravilhosa, sempre superior a 1,2mb/segundos.

A imagem ISO pode ser usada para gravar um CD, e nela já tem um aplicativo muito fácil que cria um pendrive de instalação, mas que também pode ser usado para a instalação.

 


Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios