Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Ninguém estava pronto para a surpresa do lançamento do navegador Microsoft Edge. Desde o Windows 95 com a hegemonia do Windows, esperava-se um navegador "usável".

O Edge abandonou o suporte aos terríveis ActiveX, com isso trouxe mais segurança, porém não serápossível acessar páginas e conteúdos que exigem suporte aos ActiveX. Dou um exemplo:

Os poqpulares equipamentos de monitoramento por câmeras, conhecidos por DVR que em muitos modelos só funcionam com Internet Explorer, não irá funcionar com o Edge. E até por isso, o Internet Explorer continuará no Windows, mas como só mais uma opção de navegador.

De todo modo a Microsoft terá um desafio de lançar uma alternativa deonavegador Edge para Android e iOs, vez que, os usuários dos dispositivos móveis têm usado cada vez mais a sincronia de históricos e senhas.

Eu uso o Mozilla Firefox exatamente pela comodidade do sincronismo entre dados do desktop e portáteis através do Sync, já o Chrome eu tenho deixado de lado devido o desleixo dos desenvolvedores que ignoram o consumo absurdo de recursos, em especial de Memória RAM.

Cito como opções alternativas para quem deseja experimentar algo diferente o Opera, que tanto na versão para desktop e móvel tem recuperado espaço perdido no passado quanto os desenvolvedores colocaram propaganda no topo do software. Um delírio insano, que já foi vencido. Entretanto é um navegador que provavelmente não será compatível com certas direitas de segurança, incluindo alguns bancos.

Já o Safari, desenvolvido pela Apple, deixa a desejar por não ter alcançado entre outras, a plataforma Android.

Publicarei qualquer comentário, concordem ou não comigo.

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios