Imprimir
Categoria: Letras, Arte e Paixão (II)
Acessos: 7097

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

 fonte: http://lord-nosferatu.planetaclix.pt/Clas/Clas.htm (autoria: Clãs de Vampiros)

(Revisão e correções indispensáveis, Sílvio Lôbo)

Os vampiros existem, e caminham entre nós. De noite, pelo menos - pois o sol para eles é mortífero. E sim, eles sobrevivem bebendo o sangue. Mas os mitos não vão mais longe que isto a fim de dizer a verdade. Cruzes, alho, água corrente? Não têm qualquer efeito. Vampiros tal qual eles realmente existem, são criaturas de contradições. São imortais, mas continuam presos aquilo que ainda tem de humanos. Poderosos, mas sempre cautelosos para manter a sua existência escondida da sociedade humana.

Esta é a sua historia.

Para muitos, os vampiros são uma criação de Caim, o primeiro vampiro. Ele criou vários vampiros, que por sua vez deram origem a outros vampiros, e assim consecutivamente. Cada geração que nasce, afasta-se mais do sangue de Caim, conseqüentemente vão perdendo poderes. Mas os vampiros que se manter ativo durante longos períodos de tempo, tendem a ficar mais poderosos, ganhando com isso experiência, conhecimento, influência política - e um forte sentido de paranóia.

O clã em que cada vampiro esta inserido, afeta a sua personalidade, poderes, aparência física e mentalidade.

Os vampiros de características similares são apelidados de "kindred" (Parentes). Mas os tempos mudaram para eles. Na Idade Média podiam mover-se com mais liberdade por entre a população humana, por vezes com a sua influência chegavam até cargos de governadores. Mas com a chegada da inquisição tudo mudou novamente. Foi necessário adoptar uma lei de absoluto silêncio sobre a sua própria existência - "Masquerade". Matar, foi o minimo que eles fizeram para conseguir preservar a sua existência em segredo absoluto.

Hoje em dia, a sociedade dos vampiros é muito mais estruturada. A maioria dos "Kindred" pertence aos Camarilla, que protegem a lei de silêncio (Masquerade) e matêm uma hierarquia social. Outros, porém, pertencem aos Sabbat, que rejeitam a sua natureza humana e apenas vêm os seres humanos como a sua fonte de alimentação. Apenas o seu instinto de auto preservação da espécie, os impede de destruir a "Masquerade".

Existem 13 diferentes clãs nos tempos modernos. Outros clãs já não são mais do que historias. Um desses clãs era os Cappadocians. Derivando de uma ordem de monges medievais, estes vampiros fizeram da morte o seu principal objeto de estudo.


Os Clãs são,

[[Nosferatu]], [[Brujah]], [[Gangrel]], [[Malkavian]], [[Ventrue]], [[Tremere]], [[Assamite]], [[Ravnos]], [[Tzimisce]], [[Toreador]], [[Setites]], [[Lasombra]], [[Giovanni]]

Facções

[[Camarilla]], [[Sabbat]], [[Independentes]], [[Brujah]], [[Gangrel]], [[Malkavian]], [[Nosferatu]], [[Toreador]], [[Tremere]], [[Ventrue]], [[Lasombra]], [[Tzimisce]], [[Assamite]], [[Giovanni]], [[Ravnos]], [[Setites]]