Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Nos 163 curtos fragmentos desta obra, Oswald de Andrade constrói um personagem semi-autobiográfico, o referido João Miramar.
Memórias Sentimentais é um romance composto de episódios-fragmentos numerados, ou capítulos-instantes, e foi publicado em 1924.
Frenético, seu estilo telegráfico é cheio de neologismos e estrutura fraseal incomum e inovadora.
Ao contar a história de Miramar, da infância, casamento e amantes, viagens à Europa e aventuras financeiras no cinema até sua viuvez na época do armistício (o livro na maioria se passa de em São Paulo de 1912 a 1918), Oswald cria um romance futurista.
Aqui, prosa e poesia se confundem totalmente; alguns dos fragmentos "são" poesia.
O livro tem prefácio de um personagem fictício do livro: Machado Penumbra, uma sátira aos "intelectuais" de sua época, com estilo pedante, gente que Oswald tanto combateu.
Esta é a primeira obra de ficção, na literatura brasileira, em que foram experimentados os princípios da prosa modernista de 1922 a 1930.
É a fase combativa do modernismo e o escritor está à procura de uma forma de expressão artística própria da vida moderna.
Lançado pela primeira vez apenas dois anós após a Semana de Arte Moderna ( 1924 ), este livro ainda hoje perturba pelo alto grau de novidade que introduziu no panorama da literatura brasileira, podendo ser considerado um dos textos mais importantes da ficção ocidental.
Um perfeito retrato da burguesia paulistana e seus conflitos no princípio deste século. às voltas com valores novos que colocavam em cheque todos os seus preconceitos.
Lírico, satírico, irreverente, este romance apresenta um Oswald na sua melhor forma, recorrendo
à linguagem cinematográfica e sintética, capaz de traduzir toda a sua modernidade.

Aspectos Relevantes
As frases simplificam-se, distinguem-se dos elementos inúteis. chegam à concisão elíptica e ao estilo telegráfico. À guisa de prefácio, Machado Penumbra, personagem da obra, dirá:
"Esperemos com calma os frutos dessa nova revoluço que nos apresenta pela primeira vez o estilo telegráfico e a metáfora lancinante.".

A prosa de ficção reveal, ainda, a composição por pequenos blocos, a ruptura sintática, o emprego constante de neologismos e o simultaneísmo.

CARACTERÍSTICAS DA ESTRUTURA DA OBRA


•     Texto composto sob influência futurista
•     Estilo Telegráfico
•     Prosa Cinematográfica
•     texto composto sob influência cubista

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios