Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Ele chegou como uma brisa matinal, olhar de anzol, passos acelerados trajando uma fala rápida e constante, pude perceber em meio aos gestos por ele espalhados, uma preocupação com a palavra, com as formas... Um menino homem vestindo uma ideologia de pautas abertas “Não basta sonhar tem que viver”. Acho que ele deixou os pêlos invadirem seu rosto para dar-lhe um ar de homem maduro. É bom visualizar essas criações de Deus, agindo, perpetuando na Terra do Saber a lógica desses ideais, ainda bem que meu presente é um presente constante, ter em minha vida versos vivos como ele dá-me a plena satisfação de viver rodeado com o que há de melhor. Há por tais concepções, vislumbro ao longo tempo um gosto de mar imenso, onde ele e nós, aos nós das embarcações encontraremos um porto seguro, onde os traços separados dos trocos, edificaram com trabalho sério uma nova página, instalando com trabalho sério uma nova página, instalando o novo em meio a tantas manifestações culturais. Eu acredito nessa luz que habita o seu interior, e vejo por entre seus dedos sujos de tinta um grito que ecoa nas páginas que ainda vais editar.
Siga Lôbo! Perceba as dores do mundo, sinta a falta do arroz, escreva o cheiro do feijão, és um ícone em farta cor despontando para o futuro de nosso país. Confio neste saber de fera na cor desta sua esfera. Parte de você é transform(ação) a outra ainda não consigo definir. Mais um dia saberemos com certeza onde poderemos conversar e quem sabe assim nos acharmos.

Do Amigo Weder Soares

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios