Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

Diego me perguntou como usar o porquê.

Diego, bom dia. Existem quatro possibilidades de porquês, seja separados, juntos, com ou sem acento.

Acredito que o [Por que] separado e sem acento é o mais difícil de usar, pois ele pode ser usado em duas hipóteses. Para substituir "por qual razão" ou "por que motivo". Que seria a preposição ‘por’ acompanhado do pronome interrogativo ou indefinido ‘que’. A outra hipótese é como substituto pronomes relativos, como “pela qual”, ]’pelos quais’, pelas quais”.

Para simplificar, principalmente em provas e concursos, as perguntas devem seguir esta regra “... Por que........?”. Ou seja, em perguntas é separado e sem acento. Mesmo que esteja no meio da frase, se for uma pergunta, será separado e sem acento.

Os outros casos são:

"Por quê" é usado no final das frases. O Brasileiro lê o “e” com som de “i”, e  o "que" costuma ser som que "ki", se você não colocar acento em "Por quê?" ficaria com o som de "Por ki". O mesmo acontece quando você for escrever "Quê?", coloque sempre acento se o "que" estiver no final da frase, seja antes de um ponto final, interrogação ou exclamação.

Como curiosidade boa parte do Brasil ao falar, “eu e você” fala ‘eu i você’. Para ler ‘e’ com som de ‘e’  escrevemos “ê”.

"Porquê" é um substantivo. Usado depois de um artigo. Seja definido, indefinido, singular ou plural. Ex. O porquê. Os porquês. Um porquê, etc.

.

"Porque", é uma conjunção explicativa (ou casual) usada para explicar, justificar. Ex. Não comi porque não gostei.  Ele substitui bem o “pois”, o “para que”, o “uma vez que”.

Sou professor de português. Tendo alguma dúvida pode me perguntar. Abraço.