Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

José Serra encontrou uma maneira de se aproximar do eleitor nordestino. Na recente viagem que fez a Pernambuco, num comício para mais de 10 mil pessoas em Santa Cruz do Capibaribe, a 120 quilômetros de Recife, Serra perguntou:

     - Quem tem parentes em São Paulo?

     A maioria levantou. Ali é uma região de confecção, onde o tecido é levado de São Paulo para as fábricas locais de roupas, particularmente de jeans. Roupas baratas que são vendidas em feiras e pequenas lojas por todo o Nordeste. É uma área rica para os padrões locais, baixíssimo desemprego, por conta das confecções e um dos menores índices de pagamento de bolsa-família. Lá, a preferência é pelo emprego.

      Serra, segundo pessoas que o acompanharam, conseguiu se comunicar bem com a população e foi possível perceber boa imagem junto ao eleitorado - ainda lembrança do tempo em que foi ministro da Saúde e criou programas na área, inclusive o remédio genérico. Ao final, disse que o prefeito poderá procurá-lo em janeiro em São Paulo pois terá lá “um amigo” para ajudar a resolver os problemas do município e da população. Um discurso bem diferente do “fiscalismo” que ele prega quando está em São Paulo.

      Serra passou por Pernambuco logo depois de uma visita de Aécio Neves que, também, demonstrou facilidade na comunicação com o eleitor, destreza de palanque municipal e bom contato com os políticos regionais.

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios