Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

email: Quero saber mais sobre a doença porfiria .quero saber pricipalmente como pega essa doença.

por favor me responda preciso saber Cindy 

resposta: Cindy,
Para entender as PORFIRIAS, primeiro precisa entender que as células sanguíneas conseguem transportar oxigênio pelo corpo graças ao magnetismo delas.

Este magnetismo existe por causa de uma organização molecular perfeita, onde um anel orgânico se fecha em volta de um átomo de Ferro. Este anel é chamado porfirina.

A porfirina é essencial para a síntese das células sanguíneas.

Por distúrbios a síntese das enzimas indispensáveis ao transporte de oxigênio pode funcionar de forma indesejada, provocando uma serie de sintomas, estes sintomas são conhecidos por PORFIRIA,

A porfiria pode ser adquiriada ou herdada. O fator genético é predominante. Não é contagiosa. Quando se fala adquirida, fala-se no sentido de que o paciente viva grande parte da vida sem ter qualquer sintoma e passe a partir de um momento a ter. Mas não no sentido de ser contaminado.

Os sintomas visíveis incluem feridas na pele, bolhas que surgem muito facilmente na pele exposta a luz solar e aumento dos pelos.

Os sintomas neurológicos são graves, e vão de simples delírios e demência profunda e inreversível.

Mesmo que as lendas façam referência a esta doença como sendo um castigo demoníaco, ou uma maldição para vampiros e lobisomens, a porfiria é uma doença, e rara pois a atinge menos de 5 pessoas a cada 10.000.

O tratamento é feito com alimentação rica em carboidratos além de altas doses de glicose.

Existe outras doenças que não são contagiosas, e que tem semelhanças bem consideráveis, como por exemplo, a lúpus, e é interessante que o nome lúpus é explicado já que as feridas têm aparência de pequenas mordidas de lobos.

O Pênfigo é outro exemplo, que é responsável pelo aparecimento de bolhas por todo o corpo e conhecido popularmente por “fogo selvagem”, mas cada uma das doenças citadas têm uma origem diferente, caso queira conhecer pessoas com Porfiria, trocar experiências e aprender mais, visite a Associação Brasileira de Porfiria, no site http://www.porfiria.org.br/,

Anexo algumas fotos, tendo outras dúvidas estou as ordens,

Abraço,

Sílvio Lôbo

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios