Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Nasceu em Liverpool no dia 9 de outubro de 1940, e foi morto a tiros em Nova Iorque em 8 de dezembro de 1980

Informações históricas

Mark David Chapman (Fort Worth, EUA, 10 de maio de 1955) é um prisioneiro americano. Foi condenado à prisão perpétua e cumpre pena desde dezembro de 1980, por assassinar o músico inglês e ex-Beatle John Lennon, em Nova Iorque no dia 8 de dezembro de 1980. Sua liberdade condicional, com possibilidade bienal permitida a partir do ano 2000 (após vinte anos no cumprimento de sua pena), foi negada seis vezes.

Chapman alegou que vozes o mandavam cometer o crime. Sabe-se que "ouvir vozes" (o termo técnico é alucinação auditiva) é um fenômeno concernente a diversos transtornos mentais, podendo ocorrer também com pessoas normais, não sendo este o caso e não ficando provado que era verdade, foi efectivamente condenado.

Condenado à prisão perpétua, Chapman matou Lennon na noite de 8 de dezembro de 1980, numa segunda-feira, pouco antes das 23 horas, em frente ao edifício Dakota, onde o ex-Beatle vivia. Horas antes, Lennon autografara para Chapman uma cópia de seu recém-lançado álbum Double Fantasy. (Folha)

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios