Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 Secretário de Habitação de Jandira (SP) foi preso nesta quinta-feira ao chegar ao trabalho. Ele é o principal suspeito de ser o mandante do assassinato do prefeito. Mas ele não foi preso por isto. Wanderley Lemes de Aquino era procurado da Justiça desde março, por acusações de ter cometido irregularidades em obras públicas.

Walderi Braz Paschoalin foi assassinado na manhã de 10 de dezembro de 2010 em frente a emissora de rádio Astral FM de Jandira com cerca de 16 tiros de fuzil AK-47. Os suspeitos, que possuíam passagem na polícia foram pegos a cerca de 2 km do local, tentando incendiar o carro em que estavam, para apagar provas. O motorista Wellington Martins, conhecido como Geléia, continua internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital das Clínicas, na cidade de São Paulo. 

Durante seus mandatos anteriores, Walderi ganhou a alcunha de amigo do Povão devido a sua maneira dócil de tratar os mais simples. Mesmo assim, Braz se manteve próximo de importantes figuras políticas, muitas delas amigos pessoais, como os ex-governadores Mario Covas e Geraldo Alckmin, e o prefeito da cidade de Barueri, Rubens Furlan.
  Político filiado ao PSDB, era esposo de Mara Paschoalin, pai de três filhos, o crime foi uma execução, e a motivação viria de envolvimento com ações ilegais envolvendo empreiteiras e fraude no sistema eleitoral o qual também é suspeito de participar.

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios