Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

pimenta_neves  11 anos não é muito tempo no ordenamento brasileiro, um processo demora em média 15 anos para chegar no Supremo. Mas com a pressão social o processo caminhou mais ligeiro, e pouco mais de uma década lá está ele.
Em 2000 ele matou a namorada Sandra Gomide, ficou preso 6 meses, solto foi julgado e condenado a 19 anos em 2006.
   Os recursos no ordenamento brasileiro em sua maioria são meramente protelatórios, ou seja, servem apenas para enrolar. Alguém pobre que não tenha um bom ou bons advogados jamais conseguiria tanto tempo. E chamam isto de Justiça!

   "É um fato que se arrasta desde 2000 e é chegado o momento de se por termo a este longo itinerário já percorrido. Realmente esgotaram-se todos os meios recursais, num primeiro momento, perante o Tribunal de Justiça de São Paulo; posteriormente, em diversos instantes, perante o Superior Tribunal de Justiça, e também perante esta Corte", afirmou Mello durante o julgamento.

   Como bom jornalista, ele responde algumas perguntas aos colegas de profissão, enquanto caminha para delegacia. Pimenta Neves foi um grande diretor de importante jornal, um profissional renomado, e cometeu o crime por razões passionais.
   Durante esta noite ele não dormiu, o café da manhã foi café com leite e pão.
   Saiba mais sobre o caso buscando por [[Pimenta Neves]] neste site!

O Réu doravante chamado culpado: Antonio Marcos Pimenta Neves
Vítima: [[Sandra Gomide]]

Você se lembra?

Em 20 de agosto de 2000 a jornalista Sandra Gomide é morta. No dia 22 Pimenta Neves deixa uma carta de suicido e ingere grande quantidade de medicamentos. Dia 24 de agosto de 2000 internado no hospital Albert Einstein ele dá depoimento de 4 horas onde confessa ter matado a namorada e afirma que ela o traía. A defesa alega que ela já tinha terminado o namoro no momento do crime.
pimenta

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios