Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

polianaCaso
Assad Haidar de Castro (esquerda): condenado a seis anos e dez meses de reclusão por roubo a mão armada / Marcelo Barros Carvalho: participação no roubo de um veículo no dia seguinte à morte da publicitária

Acusado de matar Pollyana é solto
02 de Agosto de 2011 | Por: [[Diário da Manhã]]

Um dos suspeitos de assassinar [[Polyana Borges Arruda]], no dia 23 de setembro de 2009, Assad Haidar de Castro foi beneficiado e solto pela lei 12.403/2011 - “Lei das Cautelares”, que alterou 32 artigos do Código de Processo Penal (CPP). De acordo com o Delegado titular da Denarc Odair José Soares, Assad foi solto no último dia 7 desse mês, já que responde na Justiça pelo crimes de roubo e porte ilegal de arma. “O crime de homicídio ainda está em fase de apuração, ou seja, há um inquérito. Como ainda não responde judicialmente por esse crime, a lei acabou beneficiando-o”, disse

Leia também:

 1. Família de Polyanna Borges Arruda quer que Polícia Federal investigue o assassinato

2. IMPUNIDADE - Polyanna Borges

3. (Atualização) Casos policiais

4. Abominável, soldado da PM Henrique Lopes Galvão teria furtou celular dentro de veiculo de jovem assassinada

5. Polyanna Borges Arruda, completará um ano sem JUSTIÇA?

6. Polyanna Borges Arruda

Ou use a busca do site para encontrar todos os artigos, (Nota: A imagem dos acusados apresentados neste artigo foi a apresentada pela Polícia Civil, mas esta em questão teve sua origem no Jornal Opção. Já o texto é do caderno Cidades do Jornal Diário da Manhã, sendo que o texto recebeu correção no nome da vítima.)

 

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios