Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

Sulfato de Amônia (Preço encontrado no varejo R$ 2,20 o Kg)
 Sulfato de amonia
Formula: (NH4)2SO4 (Composto inorgânico) (quase que incolor, assemelha em sua aparência ao açúcar.
 
Composição: 21% ponderal de azoto sob a forma de iões de amónio e 24% de enxofre sob a forma de iões de sulfato. O sulfato de amónio ocorre naturalmente como um mineral raro, a mascanhite em fumarolas vulcânicas e em resultado da queima de carvão.
 
Utilização principal: Adubação de fundo e de cobertura das culturas mais exigentes em enxofre e do arroz.

Composição: É o produto da reação entre o amoníaco e o ácido sulfúrico, doseando no mínimo 20,5% de azoto (N).

Características: Todo o azoto na forma amoniacal. Adubo muito rico em enxofre.

Densidade: 1,0 (0,9 a 1,1)

Ação: Duradoura. Risco moderado de lixiviação e volatilização.

Apresentação: Cristais brancos ou cinzentos.

Características Técnicas
Adubo Azoto (N) Enxofre (SO3)
Sulfato de Amónio 20,5% 60%

 

Importante.

O Sulfato de Amônio é bastante solúvel. Alguns fabricantes e comerciantes misturam ele no NPK o que pode tornar difícil de ser aplicado por irrigação.

Atuação: Estimula o desenvolvimento vegetativo, ou seja, a formação de raízes, ramificações e folhas. Compõe parte dos aminoácidos que dão origem as proteínas e é responsável pela cor verde dos vegetais, devido à clorofila.
 
A grande vantagem do Sulfato de Amônio em relação a Ureia é que ele não é tão volátil, fica mais tempo no solo.
 
É bom saber: Estima-se que 70% dos solos brasileiros são deficientes em enxofre. Além disso, nas últimas décadas o aumento da produtividade agrícola associado ao uso de fertilizantes que não contém enxofre, ocasiona nas muitas lavouras deficiências desse nutriente. Isso exige que o agricultor inclua no seu programa de adubação um fertilizante com enxofre. O Sulf-N Sulfato de Amônio contém 24% de enxofre na forma de Sulfato, o qual é prontamente absorvido pelas plantas. Veja no quadro abaixo os benefícios da utilização do enxofre nas diversas culturas. (fonte: honeywell)
 
Salitre do Chile (Preço encontrado no varejo R$ 9,00 o Kg)
salitre do chile
 
 
O Salitre de potássio é um adubo nitrogenado, extraído no deserto do Atacama, ao norte do Chile,

 

Características quimicas:
Nitrogênio* N 15,00%
Potássico K20 14,00%
Sódio** Na 18,00%
Enxofre S 0,25%
Magnésio Mg 0,25%
Boro B 0,05%
Cobre Cu Traços
Molibdênio Mo Traços
Iodo I Traços
*N – Totalmente Nítrico **C – Corretivo de Acidez

 Conhecido por ter potássio isento de cloro, O Sódio do SALITRE POTÁSSICO, está na forma de NITRATO DE SÓDIO (NaN03) e não de cloreto de Potássico (KC01).
 
É um produto muito divulgado, entretanto é necessário colocar na ponta do lápis o seu custo/benefício comparando-o com outros adubos uma vez que o produto importado do Chile tem um valor muito superior a outros adubos com taxa semelhante.
 
 
 
 
Cloreto de potássio (Preço encontrado no varejo R$ 2,50 o Kg).
 Cloreto de potassio
 
Utilização principal: Adubação de fundo de todas as culturas e em situações de carência de potássio.
 
Não é recomendado nas culturas que sejam afetadas por cloretos ou por sais, nomeadamente as culturas protegidas. É importantíssimo dizer que o cloro é um nutriente importante para as plantas, sendo excencial para a transpiração e participa da fotossíntese. Porém, é mais comum ter cloro em excesso do que faltando. Um sintoma de excesso de cloro é folhas com as extremidades amareladas.

 

O que é uma Cultura protegida?

Resposta.: É o plantio em espaço limitado, como estufas ou terenos com pouco ou nenhum revesamento.

 

Composição: É o produto da purificação de sais brutos de cloreto de potássio, doseando 60% de potássio (K2O).

Características: Todo o potássio solúvel em água. Adubo rico em cloro.

Densidade: 1,0 (0,9 a 1,1).

Acção: Rápida. Risco de lixiviação em solos de textura ligeira.

Apresentação: Cristais ou granulado rosa ou acastanhado. (alta solubilidade em água)

 Importante: Cloreto de Potássio é um fertilizante foliar em forma de sais com altíssimo teor de solubilidade. É a principal fonte de Potássio solúvel, necessário para o melhor desenvolvimento da planta. Com Cloreto de Potássio você complementa a adubação radicular das plantas e suprementa sua nutrição com segurança e qualidade.
 
http://www.agraria.net.br/ dispõem em seu site uma tabela de sugestão de uso, veja:
 
(PÉSSIMO EXEMPLO PARA QUEM QUER FAZER APENAS 01 LITRO)
 
tabelaSugestaoDeUso Cloreto de Potassio
 
 
 
 
 
Ureia
Composto orgânico de síntese, de fórmula NH2CONH2, doseando 46% de azoto (N).
Utilização principal: Adubação de fundo, de cobertura e adubação foliar. Não é recomendada a sua aplicação em solos alcalinos e/ou arenosos.
Características: Todo o azoto na forma ureica. Teor de biureto inferior a 1%.

Densidade: 0,7 (0,6 a 0,8).

Acção: Tanto mais rápida quanto mais elevada for a temperatura e a humidade do solo. Risco elevado de volatilização.

Apresentação: Pérolas brancas (prilada) ou granulada.

 
 
Fosfato monoamônico ou MAP (10% de N e 46 a 50% de P2O5)
fosfato monoamonico
 
Origem: OJSC AMMOPHOS / CHEREPOVETS / RUSSIA

Função: Fonte de Fósforo

Composição: MAP 12-52-00

Atuação: Influi positivamente na robustez das plantas, no enraizamento e na resistência às doenças, além de ser nutriente responsável pela reação que promove a respiração e a fotossíntese, fundamental para aquisição de energia pelas plantas. É ainda parte do ácido desoxirribonucleico (DNA), responsável pela transmissão de caracteres hereditários, auxiliando também na floração, frutificação e desenvolvimento do sistema radicular dos vegetais.

 
 
Fosfato diamônico ou DAP (16% de N e 38 a 40% de P2O5),
.Substância: FOSFATO DIAMÔNIO (DAP) ((NH4)2HPO4).
Nome químico comum ou nome genérico: FOSFATO DIAMÔNIO (DAP) ((NH4)2HPO4).
Sinônimo: FOSFATO DE AMÔNIO DIBÁSICO ((NH4)2HPO4).
Chemical Abstract Service (nº CAS): 7783-28-0
Ingredientes que contribuam para o perigo: ((NH4)2HPO4).
 
A principal utilização de DAP é fertilizante. Quando aplicado como um nutriente para as plantas, aumenta temporariamente o pH do solo, mas ao longo do tempo no solo tratado se torna mais ácido do que antes, devido à nitrificação de amónio. É incompatível com produtos químicos alcalinos: porque o ião de amónio é convertida a amoníaco em um ambiente de pH alto. A formulação típica é de este fertilizante 18-46-0 (18% N, 46% P2O5, K2O 0%).
 

A DAP pode ser utilizado como um retardador de fogo. A temperatura de combustão do material é reduzida, diminuição das taxas de máxima perda de peso, e faz com que o aumento da produção de resíduos ou carbón.7 Estes efeitos são importantes na luta contra os fogos florestais como temperatura reduzida pirólise. É o principal componente de alguns produtos comerciais populares luta incendios.8

A DAP é usado também como fermento de nutrientes para a vinificação, hidromel e cerveja; como aditivo em certas marcas de cigarros supostamente como um promotor da nicotina; fluxo de solda como estanho, cobre, zinco e bronze; e para controlar a precipitação de corantes coloidais solúvel e alcalino e acído insolúvel em lã.

 
Superfosfato simples ou super simples (16 a 18% de P2O5 e 18 a 20% de Ca - Cálcio),
É um composto de 18% de P2O5, 16% de Cálcio {Ca) e 8% de Enxofre (S). É um produto de alta eficiência agronômica, principalmente por causa da presença do Enxofre, que é deficiente no solos brasileiros em geral, principalmente no cerrado.
 .
 
Superfosfato triplo ou super triplo (41% de P2O5 e 7 a 12% de Ca)
super triplo
 
Grânulos revestidos com três camadas de polímeros

Origem: YUNNAN HONGXIANG CHEM. CO. / KUNMING / CHINA

Função: Fonte de Fósforo

Composição: 46%P2O5

Atuação: Influi positivamente na robustez das plantas, no enraizamento e na resistência às doenças, além de ser nutriente responsável pela reação que promove a respiração e a fotossíntese, fundamental para aquisição de energia pelas plantas. É ainda parte do ácido desoxirribonucleico (DNA), responsável pela transmissão de caracteres hereditários, auxiliando também na floração, frutificação e desenvolvimento do sistema radicular dos vegetais.

 
Termofosfato (18 % de P2O5, 9% de Mg - Magnésio, 20% de Ca e 25% de SiO4).
.
 
llFosfato de Amónio 18-46-0
 
Utilização principal: Matéria-prima para formulação de adubos e adubação de fundo de cereais.

Composição: Adubo contendo apenas azoto amoniacal e fósforo solúvel em água, sem qualquer outro nutriente, doseando 18% de azoto (N) e 46% de fósforo (P2O5).

Densidade: 1,0 (0,9 a 1,1).

Acção: Rápida.

Apresentação: Granulado.

Características Técnicas
Adubo Azoto (N) Fósforo (P2O5)
DAP 18-46-0 18% 46%

 

Nitromagnésio

Utilização principal: Adubação de cobertura de todas as culturas. Especialmente recomendado para culturas mais exigentes em magnésio.

Composição: Mistura homogénea e estável de nitrato de amónio, carbonato de cálcio e magnésio.

Características: Metade do azoto nítrico e metade amoniacal. Adubo rico em cálcio e magnésio.

Densidade: 1,0 (0,9 a 1,1).

Acção: Simultaneamente rápida e duradoura. Risco moderado de lixiviação.

Apresentação: Granulado branco ou cinzento.

Características Técnicas
Adubo | Azoto (N) | Cálcio* (CaO) | Magnésio (MgO), respectivamente 27 | 27% | 3,5% | 3,5% *Solúvel em água

 

Nitrato de Cálcio

Utilização principal: Adubação de cobertura de todas as culturas. Especialmente recomendado para culturas mais exigentes em cálcio e para combater carências deste nutriente – podridão apical do tomate e bitter-pit da maçã.

Composição: Sal duplo de nitrato de cálcio e de nitrato de amónio, doseando 15,5% de azoto (N).

Características: Todo o azoto na forma nítrica. Adubo muito rico em cálcio.

Densidade: 1,1 (1,0 a 1,2).

Acção: Muito rápida. Risco elevado de lixiviação.

Apresentação: Granulado branco ou castanho claro.

Características Técnicas
Adubo Nitrato de Cálcio Técnico Azoto (N)15,5% Cálcio* (CaO)27%

*Solúvel em água

 

 

E o NPK?

 NPK

NPK é uma sigla muito conhecida, e designa a relação dos três nutrientes principais para as plantas (nitrogênio, fósforo e potássio), também chamados de macronutrientes.

Assim quando você ler NPK 20.05.10 (como exemplo), estará referindo que aquele adubo tem 20% de nitrogênio, 5% de fósforo e 10% de potássio.

 

Existe uma grande variedade de combinações no mercado, exatamente para que possa buscar o equilibrio para cada solo.

 

CURIOSIDADE (fonte Emprapa): Porcentagem média de matéria orgânica (MO), nitrogênio (N), fósforo (P2O5) e potássio (K2O) na composição, com base na matéria seca, de adubos orgânicos utilizados na produção de pimenta.

 

Adubo orgânico    MO (%)    
    N (%)  
     P2O5 (%)    
     K2O (%)    
Esterco de bovinos  
 57  1,7  0,9  1,4
Esterco de equinos 
 46  1,4  0,5  1,7
Esterco de suínos
 53  1,9  0,7  0,4
Esterco de ovinos
 65  1,4  1,0  2,0
Esterco de aves
 50  3,0  3,0  2,0
Composto orgânico   
 31  1,4  1,4  0,8

 

 

Outros adubos são usados com nome fantasia, e podem receber denominação comum de um NPK, como exemplo temos também:

 

Hortimax Cobertura (13-03-25)... E falando nisto, o Hortimax é um adubo comum nas lojas, mas quase desconhecido na internet. A foto a seguir foi tirada por Sílvio de Souza Lôbo Júnior

hortmax

 

 

Dúvidas me escrevam, ou compartilhe informações aqui no site. Obrigado!

 

 Fonte:

 http://www.adp-fertilizantes.pt

http://www.utilfertil.com.br/

http://www.honeywell-pmt.com/sm/sulfn/brasil/sulfn-sulfato-sub/vantagens.html

http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/pimenta/arvore/CONT000gn08zc7m02wx5ok0liq1mqw825isw.html

 

Deixe seu comentário

Todos os campos * são obrigatórios